Guia passo a passo para criar uma prateleira flutuante

Bricolage: a tua própria prateleira flutuante
  • Dificuldade
    Médio

Estás a pensar começar um novo projeto e fazer a tua própria prateleira flutuante? Então, vieste ao sítio certo. Nada se compara à sensação de realização ao construíres algo com as tuas próprias mãos. Segue o nosso guia passo a passo e terás a tua prateleira flutuante em três tempos. Do fresar das arestas até ao tratamento da madeira, mostramos-te como concluir o projeto do princípio ao fim. Lê, aprende a lidar com as tuas ferramentas de fresar e começa já a criar.

Necessita de
Passo110

Escolhe uma tábua de madeira para a tua prateleira

Escolhe uma madeira de que gostes para a tua prateleira flutuante

Necessita de:

Se preferes uma prateleira de madeira natural, escolhe uma madeira com um grão bonito. Se planeias pintar a prateleira, opta por uma tábua de MDF resistente. Para este tutorial, optámos por carvalho. O belíssimo grão texturado confere-lhe um acabamento esplêndido, mas é uma madeira dura, portanto, vai com calma na hora de fresar. Se exerceres demasiada pressão com a tua fresa em madeira dura como o carvalho, esta poderá queimar. Uma outra opção será o abeto, uma madeira europeia fácil de encontrar a preço razoável. Mas é mais suave, o que significa que é mais fácil de trabalhar, embora mais propensa a lascar.

Passo210

Traça uma linha guia para o sulco da tua prateleira

Traça a posição na tua prateleira flutuante onde queres ter o sulco

Necessita de:

A posição do sulco depende da dimensão da tua prateleira e também daquilo que planeias colocar nela. Se pretendes colocar molduras com fotografias, mede a espessura da tua moldura maior para o sulco ser suficientemente largo. Nós optámos por uma espessura de 4 cm. Depois de decidires a posição do teu sulco, começa a traçá-lo. Posiciona a régua a alguns centímetros de distância da extremidade. A seguir, pega um lápis e move-o em simultâneo com a régua para traçar uma linha reta a todo o comprimento da madeira. Podes deslizas a mão ao longo da madeira para servir de guia à régua. Repete a operação a 4 cm de distância da linha original e liga as duas linhas para teres um contorno claro. Agora, podes pegar na tua ferramenta de fresar.

Passo310

Fresa os limites do sulco

Fresar os limites do sulco da prateleira flutuante

Necessita de:

Fixa a prateleira à tua bancada de trabalho. Instala a Fresa 652 na tua multiferramenta e fixa a Tupia de imersão. Para garantires o resultado mais espetacular, utiliza a régua de cortador que vem incluída na Tupia de imersão. Regula a régua de cortador para a distância certa e, em seguida, regula a profundidade da Tupia de imersão para os 3 mm. Por exemplo, se quiseres cortar uma profundidade de 1 cm, vais ter de fresar a superfície três vezes. Para este projeto, o sulco tem uma profundidade total de 0,5 cm. Quando começares a fresar, segura na ferramenta ligeiramente inclinada para poderes entrar na madeira. Faz movimentos lentos e usa o equipamento de segurança adequado. Vê mais dicas no nosso Guia para iniciantes sobre como utilizar e segurar a fresa.

Passo410

Retira a madeira restante do sulco

Fresa a área interior do sulco da prateleira flutuante

Necessita de:

Agora que os limites exteriores estão fresados à profundidade desejada (chamemos-lhe “rebordo”), está na altura de retirar a madeira restante. Retira a régua de cortador da tupia de imersão e move livremente a ferramenta, utilizando o rebordo fresado como o teu guia. Move a ferramenta na mesma direção em que está a rodar. Desta forma, consegues retirar mais madeira do que no sentido oposto. DICA: fazer o movimento nesta direção também significa que a serradura vai para trás da fresa, ou seja, na direção oposta ao sítio que queres fresar.

Passo510

Lixa o rebordo fresado

Lixa o rebordo do sulco fresado

Necessita de:

Quando acabares de fresar o teu sulco, é hora de lixar o rebordo. Retira a fresa e instala o Mandril EZ SpeedClic (SC402) e um Disco de lixa EZ SpeedClic (SC413) na tua multiferramenta Dremel. O Disco de lixa permite-te chegar à superfície do fundo do sulco e assegurar um acabamento liso. Troca para o EZ SpeedClic: disco abrasivo de acabamento 320 (512S) para lixar as laterais do sulco. Agora, tens uma superfície sem farpas para apoiar as tuas molduras.

Dica
Dica
Se quiseres bolear as arestas da tua prateleira flutuante, vê a masterclass de Peter Heuveling.
Passo610

Marca os sulcos dos orifícios em forma de fechadura

Traça as linhas de guia para os sulcos dos orifícios em forma de fechadura na tua prateleira flutuante

Necessita de:

Vamos concentrar-nos em fixar a prateleira à parede. Chama-se prateleira flutuante porque, ao contrário das prateleiras tradicionais, não tem suportes a segurá-la na parede. Em lugar de suportes, vais utilizar a tua fresa manual para criar orifícios em forma de fechadura na parte traseira da prateleira. Depois, estes entalhes vão simplesmente enganchar nos parafusos na parede. Se a tua prateleira medir um metro de comprimento, o mais indicado é ter quatro orifícios. Marca um orifício a 3 cm de cada extremidade da prateleira. A seguir, marca um orifício a 28 cm de cada extremidade da prateleira. Utiliza a régua e traça linhas na posição dos orifícios que vais fazer.

Passo710

Faz os orifícios em forma de fechadura

Utiliza a tua Tupia de imersão para fazeres orifícios em forma de fechadura na prateleira flutuante

Necessita de:

Instala a Fresa 655 e fixa a Tupia de imersão. Define a profundidade correspondente ao comprimento da parte de trabalho efetiva da fresa. Para encaixar o orifício nos parafusos da parede, a forma de fechadura deve estar virada para baixo. Começa por fresar um pequeno círculo, que vai ser a parte de cima do teu orifício em fechadura. Devido ao espaço limitado, não vai ser possível inclinares ligeiramente a tua ferramenta de fresar como no passo 3. Em vez disso, faz movimentos circulares muito pequenos e, lentamente, fresa a madeira. Mal tenhas fresado a profundidade total do círculo, começa a fresar a linha reta em direção ao limite exterior da prateleira (e oposta à tua pessoa). Esta linha reta vai criar a forma de fechadura.

Passo810

Finaliza a tua prateleira flutuante com um acabamento adequado

Trata a tua prateleira flutuante com um acabamento em cera de abelha ou verniz

Necessita de:

Está na altura de finalizares o teu trabalho com um acabamento em cera de abelha ou verniz. A cera de abelha é um produto natural que penetra mais profundamente na madeira, realçando o grão desta. O verniz resulta como um revestimento rígido, protegendo a madeira dos raios UV. Esta é uma excelente escolha caso a tua prateleira fique montada num local ensolarado. A cera de abelha pode ser aplicada com papel de cozinha ou um trapo, ao passo que o verniz deve ser aplicado com um pincel. O acabamento em cera de abelha será mate, ao passo que o verniz dá brilho, por isso, o método de tratamento depende, na realidade, do aspeto que pretendes.

Passo910

Fixa a tua prateleira flutuante à parede

Fixa a tua prateleira flutuante à parede

Necessita de:

Antes de fixares a tua prateleira flutuante à parede, marca a posição com um pedaço de fita de pintor. Dessa forma, podes afastar-te e ver à distância se a altura está bem para ti. Depois de decidires a altura, encosta a prateleira à parede e usa um nível de bolha para teres a certeza de que está direita. Traça as linhas no sítio dos parafusos e faz os orifícios, aplica as buchas e depois os parafusos. Fixa a tua prateleira flutuante à parede enganchando os orifícios nos parafusos, para a prateleira ficar firmemente presa à parede.

Passo1010

Admira o teu trabalho

Bricolage: a tua própria prateleira flutuante

Necessita de:

Parabéns! Seguiste todos os passos deste projeto de bricolage e a tua prateleira flutuante artesanal está na parede. Podes decorá-la com belas molduras ou livros e já está! Agora, só tens de dar um passo atrás e admirar a tua bela obra.